CNJ EDITA RESOLUÇÃO SOBRE UNIÃO HOMOAFETIVA