NOVO EDITAL – PROGRAMA APRENDER NO TRABALHO – 2016

Tabela de emolumentos – 2016
18 de janeiro de 2016
ENCANTADORES DE VIDAS
15 de fevereiro de 2016

NOVO EDITAL – PROGRAMA APRENDER NO TRABALHO – 2016

PAT 2016Lançado nova edição do Programa Aprender no Trabalho, para qualificação interna dos colaboradores do Tabelionato de Notas e Protestos de Porto Belo.

Confira o Edital.

PROGRAMA APRENDER NO TRABALHO – PAT

Edição 2016

 O Comitê da Qualidade, faz saber que será realizado nesta Serventia, de acordo com o cronograma previamente estipulado e anexo, nas quintas-feiras, a cada 15 dias, das 08h00min às 08h55min, o PROGRAMA APRENDER NO TRABALHO para capacitação de seus colaboradores, que será regido por este Edital.

I – OBJETIVO

  1. O programa PAT tem por objetivo capacitar os colaboradores do Tabelionato de Notas e Protestos de Porto Belo para garantir o aprimoramento constante de acordo com a visão, missão e valores da Serventia, recompensando-os de acordo com sua ascensão.

II – FORMATO E METODOLOGIA

  1. O Programa consiste num conjunto de 10 temas, e suas respectivas avaliações, ministradas pela Titular, seu substituto, colaboradores e convidados.

III – PERIODICIDADE E DURAÇÃO

  1. O Programa terá duração suficiente para a conclusão dos 10 temas, iniciando em 21/01/2016. As datas e temas poderão sofrer alterações, de acordo com a necessidade e por motivo de força maior.

IV – AULAS

  1. As aulas serão ministradas às quintas-feiras, a cada 15 dias, conforme cronograma anexo, das 08h00min às 08h55min
  2. As datas e os temas das aulas estão estipulados no anexo II deste Edital, as quais poderão sofrer alterações, pelo livre arbítrio dos ministrantes ou acordo mútuo com os ministrados.

V – AVALIAÇÃO

  1. As avaliações serão aplicadas em data previamente anunciada, subsequente ao término do tema ministrado, referentes a este, no horário das 08h00min às 09h00min.
  2. O candidato deverá se apresentar com antecedência mínima de 10 minutos.
  3. As avaliações serão aplicadas na Serventia.
  4. A avaliação será sem consulta, constará de até 10 questões, distribuídas entre objetivas e dissertativas, sendo seu conteúdo restrito às aulas.
  5. Durante a realização da prova não será admitida a comunicação entre os candidatos ou destes com qualquer pessoa, nem portar e/ou utilizar agenda eletrônica ou similar, telefone celular, relógio digital, pager, gravador ou qualquer outro receptor de mensagens. A depender do conteúdo, será permitido o uso de calculadoras.
  6. A folha de avaliação será considerada como único e definitivo documento para efeito de correção, devendo ser nominada e preenchida de acordo com as informações nele contidas.
  7. Será atribuída nota zero à questão que na prova não estiver assinalada, contiver mais de uma alternativa assinalada, emenda ou rasura, ainda que legível.
  8. Não poderá fazer a avaliação o participante que burlar ou tentar burlar quaisquer restrições contidas no item 5 deste tópico.
  9. Quando, após a avaliação, for constatado, seja qual for o meio, ter o candidato utilizado processos ilícitos, sua avaliação será anulada e ele será automaticamente eliminado do Programa.
  10. O candidato deverá preencher as respostas da folha de avaliação com caneta esferográfica de tinta preta ou azul, sob pena de anulação da avaliação.
  11. O ministrante da aula atuará como fiscal no dia da avaliação do referido tema.
  12. Em caso de anulação de qualquer das provas, estas serão repetidas, somente podendo participar os candidatos que tiverem comparecido à prova anulada salvo o excluído pelos itens anteriores.
  13. Verificado erro na elaboração de alguma questão, esta será anulada e contará como certa para todos os participantes da avaliação.
  14. Não haverá segunda chamada ou repetição de prova.
  15. O candidato não poderá alegar desconhecimento sobre a realização da prova como justificativa de sua ausência.
  16. É vedado aos participantes levantar-se do local da avaliação.
  17. O candidato que estiver em férias não será obrigado a prestar a prova correspondente às aulas que faltou, não lhe sendo atribuída nota, tampouco lhe reduzindo a média geral.

VI – CÁLCULO, GABARITO E RESULTADO DAS AVALIAÇÕES

  1. O cálculo da nota da avaliação, comum a todos os participantes, será igual à soma das notas obtidas em todas as questões que a compõem.
  2. Será atribuída uma nota, na escala de 0 a 10, por avaliação.
  3. O Gabarito juntamente com a classificação dos 02 primeiros colocados entre os bacharéis em direito e 02 entre os não bacharéis, serão divulgados até a segunda-feira subsequente à aplicação da avaliação, no Mural de Informações desta Serventia.
  4. A nota individual será fornecida pessoalmente a cada participante pelo Coordenador do Programa.

VII – COMISSÃO EXAMINADORA

  1. A avaliação será corrigida pela pessoa que ministrou a aula correspondente.
  2. Não concordando com a nota atribuída a sua avaliação, poderá o participante requerer ao coordenador do Programa, de forma escrita e fundamentada, para que seja feita uma nova correção.

VIII – PROCESSO DE INSCRIÇÃO

  1. Todos estão automaticamente inscritos.
  2. Em caso de recusa em participação, deverá ser formulado aviso por escrito relativo à escolha.

IX – ATRASOS E FALTAS

  1. As faltas não serão causa impeditiva de presença nas aulas, apenas para o caráter de participação na premiação.
  2. O colaborador que não estiver presente até às 08h10min, na data a avaliação, não poderá fazê-la.
  3. No caso do Colaborador que estiver gozando de férias nas datas de aula ou prova, será computada sua falta normalmente, sendo permitida sua participação nas aulas e na prova.
  4. Para concorrer à premiação que será entregue no fim do Programa, o participante deverá ter a frequência mínima de 80%.

X – PREMIAÇÃO

  1. Serão premiados dois participantes que obtiverem a melhor média de notas durante o período do Programa, um entre os bacharéis em direito e um entre os não bacharéis.
  2. Para desempate serão utilizados os seguintes critérios: frequência do participante e prova final de desempate.
  3. Para concorrer à premiação, o participante deverá ter frequência mínima de 80% nas aulas.
  4. A média das notas será obtida ao somar todas as notas e dividir pelo número de provas realizadas no programa por cada candidato.
  5. No final do Programa será realizado o levantamento da pontuação de cada participante, sendo bonificado os 02 melhores, conforme item 1, mediante pontuação extra no programa de cargos e salários, como critério de adicional de qualificação.
  6. Quando contratados novos funcionários, esses só poderão concorrer ao prêmio se participarem de, no mínimo, 5 (cinco) provas.

XI – DISPOSIÇÕES GERAIS

  1. A participação neste Programa é facultativa, sendo objeto de cobrança em avaliações de desempenho.
  2. Os dias das aulas e das avaliações bem como os conteúdos programados poderão sofrer alteração durante o programa.
  3. A divulgação da nota final será feita em cerimônia própria, juntamente com a entrega da premiação.
  4. Fica nomeada como secretária desta Edição a colaboradora Natália Passos que terá a responsabilidade de preparar e controlar a presença dos colaboradores nas aulas, distribuição de material, entre outras atribuições a serem expressamente delegadas.

Daisy Ehrhardt

Coordenadora do Programa Aprender no Trabalho – Edição 2016

ANEXO II – CALENDÁRIO DAS AULAS

 

  MÊS DATA TEMA
01 Janeiro 21 Doações
02 Fevereiro 04 e 18 Cláusulas restritivas/ônus/restrições
03 Março 03, 17 e 31 Incorporação X Instituição Condomínio
04 Abril 14 e 28 Inventário

Parcial/Sobrepartilha

05 Maio 12 Testamento
06 Junho 09 e 23 Condição, termo e encargo – propriedade resolúvel
07 Julho 07 e 21 Declarações/Procurações/Nulidades
08 Agosto 04 e 18 Declaratórias Antecipadas de Vontade
09 Setembro 01 e 15 Área de Marinha
10 Outubro 13 e 20 Novas atribuições dos notários

 

 

 

Deixe uma resposta